SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

São Tomé e Príncipe: as Ilhas de Chocolate, a Pérola do Equador…
Muitos e bonitos nomes se podem dar a estas Ilhas perdidas no Golfo da Guiné, mesmo à espera de serem encontradas por si! São traçadas pelas linhas do Equador e do meridiano de Greenwich.
O nosso criador quando desenhou São Tomé e Príncipe estaria certamente num momento alto de inspiração. O paraíso existe e tem nome – São Tomé e Príncipe! Fica rodeado de mar, é Africano e é tão vasta a riqueza deste pequeno país insular, outrora colónia portuguesa, que terminando este post vou ter a sensação que ficou ainda tanto, tanto por dizer…

IMG_4075 (1)
Praia dos Tamarindos

A língua e o povo São Tomense

A língua oficial é o português e aquelas gentes são de uma simpatia contagiante e muito hospitaleiros.
As praias, como podem ver nas fotos, são pedaços do céu. O azul do mar contrasta com o verde intenso que caracteriza toda a paisagem. As praias selvagens de água quente estão muitas vezes vazias e apresentam fundos marítimos ricos, convidando ao snorkling e ao mergulho. Os hotéis fornecem esses serviços e com acompanhamento.

Umas das praias do Ilhéu das Rolas
Umas das praias do Ilhéu das Rolas

Onde dormir

Os Hotéis existem para todos os gostos. Sendo que a cadeia mais conhecida é o Pestana. O ideal, caso optem por uma semana de férias, será: chegar a São Tomé, dormir uma noite no Hotel Pestana (existem dois Hotéis Pestana: o mais antigo e outro de construção mais recente). Depois ir até ao Ilhéu das Rolas e ficar por lá duas noites. Os restantes dias andar por São Tomé para conhecer lugares, praias e roças.
Importante: No regresso a São Tomé e logo no porto, ter já um carro com guia à espera. Desta forma podemos aproveitar esta viagem conhecendo algumas praias e roças.
O Ilhéu da Rolas tem um resort magnífico. Chega-se de barco, numa viagem que demora cerca de 20 minutos. Eu tive sorte nesta viagem, de ver uma baleia! Foi um momento único e especial! É ainda nas Rolas que se encontra o Marco do Equador que divide os dois hemisférios.

SONY DSC
Marco do Equador (Ilhéu das Rolas)

Porquê São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe oferece não só praia e águas quentes todo o ano, mas também uma gastronomia rica em peixe, frutas tropicais, sete tipos diferentes de banana (!!!) e ainda sobremesas com verdadeiro chocolate, coco e outras iguarias!
Lembram-se do programa “Na roça com os tachos”? Pois bem, o chef São Tomense João Carlos tem uma roça fantástica onde além de oferecer dormidas, conta com um restaurante que é uma autêntica viagem de sabores: “Roça São João dos Angolares”.
Em São Tomé é obrigatório ir ao restaurante da D. Tête porque tem uma mista de peixe do outro mundo! E o restaurante Santola onde se come, pois claro, santolas di-vi-nais!

SONY DSC
Uma das muitas roças. Esta foi onde gravaram o último episódio da série “O “Equador”

As Roças

Estas Ilhas chegaram a ser um dos maiores produtores mundiais de cacau que ainda hoje se produz, juntamente com o café. Obrigatório, portanto, conhecer as Roças que apesar de a maioria estarem ao abandono, a sua magia, imponência e grandiosidade permanecem intactas. Saliento a Roça Monte café e Roça Agostinho Neto. A saberem, o número de roças são cerca de 150! Podem adquirir chocolate na fabrica do italiano Cláudio Corallo ou comprar no supermercado em São Tomé. Ou ainda, adquirir no mercado de São Tomé o fruta cacau, levar para casa e depois com alguma imaginação e tempo produzirem em casa o vosso próprio chocolate em pó! Também aqui no mercado e com alguma sorte podem comprar o famoso magustão.

IMG_4124 (1)
O fruto cacau no cacueiro
SONY DSC
O cacau ainda dentro do fruto
Cacau a secar nos secadores

Carro e guia

O mercado de São Tomé é também local a visitar. Aqui tudo se vende! Peixe, frutas, tecidos, artesanato e cocos que os vendedores com a ajuda de uma catana abrem à nossa frente, prontos a beber. O sumo de coco é uma óptima e natural forma de matar a sede e ao mesmo tempo dar ao nosso corpo todo o equilíbrio que necessita num pais tropical. Custa menos de 50 cêntimos.
O ideal, pelo menos nos primeiros dias, será alugar carro com guia porque este conhece bem o caminho e leva-nos direito aos locais mais turísticos (praias, roças, etc). De salientar, que São Tomé e Príncipe oferece muita segurança. Os cuidados a ter são os mesmos que noutra parte do mundo: não deixar bens dentro do carro e não deixar esses mesmos bens na praia sem a nossa vigilância.

SONY DSC
Roça Monte Café. Aqui explicam-nos todo o processo do café até chegar à chávena (só não vi o George Clooney, lamentavelmente). Falam também daqueles tempos de que temos menos orgulho mas que fazem parte felizmente do passado – a escravatura.

Alguns cuidados

Tratando-se de um país tropical e apesar dos esforços tremendos para erradicar a malária,  que já tem tido grandes avanços, são necessários alguns cuidados simples. Ir à consulta do viajante em Portugal, levar repelente próprio para mosquitos, e ainda as pomadas para picadas, de forma a aliviar qualquer desconforto. Beber água engarrafada e ter atenção ao gelo.

SONY DSC
Um taxi à porta do mercado

Experiência única

O principal é mesmo aproveitar tudo o que São Tomé e Príncipe tem para oferecer aos turistas. Sem dúvida que é uma ótima escolha para quem tem vontade de conhecer África. É uma experiência muito gratificante e principalmente inesquecível e que fala português! Para conhecer e escolher as roças que pretende visitar, consulte aqui.

Conte também com muitas cascatas no meio do intenso verde que caracteriza as Ilhas. O Pico do Cão é uma montanha, a mais alta de São Tomé. É verdadeiramente imponente, pelo que prepare a sua máquina fotográfica porque vai querer fotos deste “monumento” natural.

Pico do Cão

No restaurante a "Santola"
No restaurante a “Santola”

Os amantes da natureza têm aqui muito que explorar.  Diversificadas espécies que só encontramos nestas Ilhas, nomeadamente pássaros endémicos dentro de ninhos que se baloiçam na copa das árvores!

À descoberta das Roças
À descoberta das Roças

Voos para São Tomé e Príncipe

Chega-se a São Tomé de avião, em voos directos da STP Airways ou com paragem em Acra pela TAP. Poderá organizar a sua viagem com a ajuda deste site ou consultar por exemplo a Soltropico.
Não falei da Ilha do Príncipe porque ainda não tive oportunidade de a visitar. Dizem que quem a conhece também não esquece….e que é o paraíso dos paraísos…

SONY DSC
“restaurante” na praia na Ilhéu das Rolas

 

omali
Resort Pestana no Ilhéu da Rolas

 

stp2
Vida aterefada dos São Tomenses

 

stp1
Praia no Ilhéu da Rolas

 

pingodoxi
Supermercado em São Tomé

 

clube santana
Clube Santana em São Tomé

 

Alguns locais a visitar:
Ilhéu das Rolas
Nesta Ilha os seus habitantes, por cerca de € 10 por pessoa servem peixe assado e banana pala na praia (ver foto). Enquanto eles preparam a refeição somos rodeados de crianças super risonhas…

As Roças:

Roça São João dos Angolares

Roça Agostinho Neto

Roça Monte Café

 

Praias:

Praia das 7 ondas

Praia do Inhame (tem restaurante e dormidas)

Praia Jalé (onde as tartarugas põe os ovos)

Praia Piscina

Praia do Micondó (onde as tartarugas põe os ovos)

Praia dos Tamarindos – lindaaaaaaaaaaa

Lagoa Azul (foto principal deste post)

Outros locais a visitar:

Espaço Cacau – Fica no centro de São Tomé e é um local ligado à cultura

Padrão dos Descobrimentos (local onde desembarcaram os Portugueses aquando da descoberta da Ilha)

Fortaleza de São Sebastião ou Museu da Cidade

Clube Santana (é um resort com uma piscina natural fantástica e com restaurante)

Restaurantes:

Roça São João dos Angolares (João dos Tachos)

5 Sentidos (de um casal novo português) no centro de São Tomé

Santola (marisco) em Guadalupe

Dona Tété (peixe) no centro de São Tomé

Bares

Pico Mocambo (no centro de São Tomé)

Discoteca O Pirata

Site oficial de turismo: http://www.turismo.gov.st

picomucambo
Pico Mocambo (bar) no centro de São Tomé
Vista geral do resort no Ilhéu da Rolas
Neste miradouro e segundo a lenda, todas as noites a mulher dos pescador acendia uma vela como farol, para que o marido voltasse todos os dias são e salvo. Um dia ela adoeceu e não acendeu a vela… O pescador não mais voltou (contado por um local no Ilhéu das Rolas).

 

 

Rute


E eu acho que...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s